Boxers%20are%20famous%20for%20their%20ke

Boxer

Padrão da Raça

Classificação F.C.I.:

Grupo 2 - Pinscher e Schnauzer, Molossóides, Boiadeiros e Montanheses

Suíços e raças assemelhadas.

Seção 2 - Molossóides

2.1 - Tipo Mastife

Padrão FCI no 144 - 10 de abril de 2002.

País de origem: Alemanha

Nome no país de origem: Deutscher Boxer

Utilização: Companhia, guarda e trabalho

Sujeito à prova de trabalho para campeonato internacional.

Aparência Geral:

O Boxer é um cão de tamanho médio, pêlo liso, compacto, robusto, de construção quadrada e ossos fortes. A musculatura é seca, fortemente desenvolvida e nitidamente definida. Sua movimentação é enérgica, poderosa e nobre. O Bóxer não deve ser nem grosseiro, nem pesado, nem muito leve, nem sem substância.

Proporções Importantes:

a) comprimento do tronco: a construção é quadrada, isto é, a horizontal da cernelha e as duas verticais, uma tangenciando a ponta do ombro e a outra a ponta do ísquio, formam um quadrado. b) profundidade do peito / altura na cernelha: o peito alcança os cotovelos. A profundidade do peito é a metade da altura na cernelha. c) comprimento da cana nasal / comprimento da cabeça: a proporção crânio-focinho é de 2:1 (medido da ponta da trufa até o canto do olho ou, respectivamente, do canto do olho ao occipital).

Desenvolvido na Alemanha como um cão de guarda de médio porte, o boxer combina o sangue da raça dos mastiff e do buldogue britânico. A raça chegou ao continente americano depois do fim da Primeira Guerra Mundial, trazida por membros das forças armadas. Desde então a popularidade dos boxers vem crescendo progressivamente. 

 

São valorizados por serem muito espirituosos e vivazes, sendo adotados como guardiões da casa e da família. Mesmo adulto, o boxer adora brincadeiras. É também bastante inteligente e sociável, desde que esteja acompanhado por pessoas da família. Seu porte médio se adapta bem a qualquer tipo de espaço, e a pelagem curta demanda poucos cuidados especiais. Forte e robusto, com focinho pequeno e a cabeça bem definida, é um excelente guardião.

 

Há muitas controvérsias a respeito da origem do nome boxer, mas uma das mais aceitas é a hipótese de que o nome deriva da maneira particular como os cães da raça costumam usar as patas dianteiras ao brincarem uns com os outros.