_edited.jpg

Beagle

Padrão da Raça

Classificação F.C.I.:

Grupo 6 - Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas

Seção 1 - Sabujos Farejadores

1.3 - Sabujos de Pequeno Porte

Padrão FCI no 161 - 24 de julho de 2000.

País de origem: Grã-Bretanha

Nome no país de origem: Beagle

Utilização: Caça

Sujeito à prova de trabalho para campeonato internacional.

Aparência Geral:

Um cão robusto, de construção compacta, que dá impressão de rusticidade com qualidade.

Comportamento/Temperamento

É um cão alegre cuja função essencial é a caça à lebre, seguindo seu rastro. Corajoso, com grande atividade, com vigor e determinação. Alerta e inteligente possui um temperamento equilibrado. Amável e vigilante, não demonstra nem agressividade, nem timidez.

O beagle é considerado um dos mais antigos cães rastreadores desenvolvidos para a caça em matilha, principalmente na caça de coelhos e lebres. A raça foi desenvolvida na Inglaterra e descende de cães trazidos da França na época da Conquista da Normandia (1066), mas foi a partir do século XVI que os beagles começaram a se proliferar entre os caçadores ingleses.

 

Apenas no início daquele século as entidades inglesas conseguiram definir o padrão uniforme desejado para a raça. A primeira exposição organizada pelo Beagle Club inglês, após a publicação do padrão, realizou-se em 1896. A raça se tornou mundialmente popular graças ao personagem Snoopy, na década de 50.

O beagle é um cão dócil, bastante sociável e afável com crianças. Por ser extremamente ativo precisa exercitar-se diariamente. Outra característica marcante da raça é o seu faro bastante apurado. Acredita-se que o nome beagle vem da palavra céltica “beag”, que significa pequeno. Justamente por conta do seu tamanho (o exemplar de padrão inglês pode medir até 40 cm de altura de cernelha, enquanto que o americano fica entre 33 e 38 cm) e de sua pelagem curta, muitas pessoas passaram a escolher os beagles como cães de companhia.